Skip to content

O tempo passa…

23/02/2011

Não se preocupe. Embora pareça melancólico, assim, à primeira vista, este post é, na verdade, muito prático. Vou falar sobre como o tempo passa… para nossos estofados!

Quem tem sofá, poltrona ou cadeira forradas com tecido, natural ou sintético, sabe que o tempo não poupa nada nem ninguém. Com a luz do sol, a umidade, a poeira e o passar dos anos o material vai se desgastando, sim, não tem jeito. Uns mais lentamente do que outros. Uns de forma mais homogênea do que outros. Mas todos vão desbotando, amarelando, perdendo a cor e o viço original.

A grandeza do desgaste (ou o tamanho do prejuízo causado pelo tempo) depende da forma de utilização (se é um móvel para uso externo ou não, por exemplo), do tipo de material e – pasme – do tipo de tingimento do material.

Um tecido sintético (uma seda emborrachada, por exemplo), exposto diariamente à luz do sol, irá apresentar alterações de cor, desbotamento e desgaste muito maiores do que um tecido natural tinto em fio, como o linho. Sim, porque os tecidos podem ter seu tingimento realizado de três formas: em fibra, em fio e em peça.

O tingimento em fibra é mais usado para fibras longas, como a lã, e consegue atingir os tons mesclados.

O tingimento em fio é o mais usado quando se almeja a alta qualidade e a uniformidade da cor. Também é o mais indicado para a produção de listrados, xadrezes ou jacquards.

O tingimento em peça, por ser mais econômico, é o que mais tem se desenvolvido nos últimos anos, mas ainda assim é o que mais apresenta alterações de cor devido à exposição solar ou mesmo à passagem do tempo.

Não podemos conter a ação do tempo. Mas vale saber que hoje contamos com técnicas de limpeza profunda desenvolvidas por empresas que utilizam novas tecnologias, como o tratamento fluoroquímico, que envolve as fibras dos tecidos fazendo com que permaneçam inalterados por muito mais tempo, sem comprometer o processo de ventilação.

Vale também termos a consciência que, se optarmos por peças de qualidade, como estofados de tecidos naturais (linho, seda, algodão) tintos em fio, estaremos dando um pouquinho mais de trabalho ao inevitável amarelamento/desbotamento. E teremos móveis mais bonitos, por mais tempo. Viu só? Informação é tudo!

Anúncios

Deixe aqui seu comentário. Será um prazer respondê-lo.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: