Skip to content

Poesia à moda…

10/06/2012

Imagine um tecido feito de papel. De papelão reciclado, pra ser mais exata. O papel/papelão é tratado com óleos e condicionadores naturais, sem aditivos químicos, e fica resistente, maleável, confortável. Ganha uma textura de couro aveludado. O produto gerado é lavável (lógico), e tem a durabilidade de um tecido delicado como uma seda, por exemplo.

Pronto. Este foi o tecido especialmente produzido pela Paper no9 para a estilista Sylvia Heisel criar o vestido-poesia.

A coleção foi batizada de Ready-To-Wear-Away. Explico. Conforme o uso, com o crescente calor do corpo de quem o está vestindo, o vestido vai descortinando trechos poéticos e citações de poetas e escritores como Truman Capote, James Joyce, Virgínia Woolf e Charles Dickens. Isso mesmo: cada retalho do vestido tem uma frase de um autor deste calibre.

Alguns estilistas são bastante poéticos em suas criações. Essa moça chamada Sylvia levou ao pé (e resto do corpo todo) da letra.

Anúncios
No comments yet

Deixe aqui seu comentário. Será um prazer respondê-lo.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: