Skip to content

Novos ares em São Paulo

03/09/2012

Projeto de autoria da dupla Andrade e Morettin, na Vila Madalena.

A Folha deste domingo (no Caderno sãopaulo) trouxe uma matéria muito interessante sobre um movimento – ou, pelo menos, um novo momento – na arquitetura da capital paulista, principalmente fora do centro, inicialmente na Zona Oeste.

Cresce o número de projetos que primam por uma arquitetura autoral, mais ousada. E o melhor é que isso não está restrito apenas ao setor privado: desde 2005 a prefeitura tem investido em projetos de urbanização que fogem da mesmice e trazem mais qualidade e beleza aos traços urbanos. Ótimos desafios para os mais badalados arquitetos brasileiros.

O pontapé inicial destes novos ares em São Paulo foi dado pelas incorporadoras, muito pelo fato delas terem controle sobre os projetos durante todas as etapas – da compra do terreno até a venda das unidades. Destaque para a incorporadora Idea!Zarvos, que tem forte presença no bairro boêmio Vila Madalena, com os projetos autorais de arquitetos premiados. Exemplo disso é a dupla Vinícius Andrade e Marcelo Morettin, do escritório Andrade Morettin.

Vinicius Andrade e Marcelo Morettin, em obra na Zona Norte de SP.

A beleza das obras e as quebras de paradigmas vêm encantando a todos. Os arquitetos se realizam, os engenheiros se motivam e os moradores aplaudem a cidade, que fica mais bonita e moderna (e também mais sustentável, pois a sustentabilidade chegou com tudo no pacote da modernidade – para nossa grande alegria).

Projeto do Escritório Andrade Morettin, na Vila Madalena.

Um prédio assim, mais autoral e com preocupações estéticas (e na maioria das vezes preocupações também sustentáveis), pode custar até 60% mais caro. Mas os compradores destes produtos são pessoas que podem pagar mais caro e não se importam de fazê-lo desde que haja certos valores agregados. Os valores? Design, moda, tendência, conceito. Valores que não se medem, mas que diferenciam um habitante de outro habitante em uma cidade tomada por prédios, prédios, prédios, todos iguais, iguais, iguais.

Prédio Fidalga 727, na Vila Madalena. Grife Triptyque.

Outro escritório estrelado que trabalha em parceria com a Idea!Zarvos é o franco-brasileiro Triptyque. Os sócios Greg Bousquet, Carolina Bueno, Olivier Raffaelli e Guillaume Sibaud há 5 anos também cuidam de todas as etapas de alguns dos seus projetos conceituais, pois abriram uma incorporadora própria, a Quatro. De autoria desta galera, o prédio Harmonia 57, que fica na Rua Harmonia, número 57, na Vila Madalena, merece um post só sobre ele. Deixo aqui um link com mais detalhes sobre o projeto e os autores, e também o meu compromisso em fazer um post específico. Pelo conceito, pela sustentabilidade, pela interferência superpositiva na cena urbana… merece. Merece mesmo!

Prédio Harmonia 57, do Triptyque, também na Vila Madalena.

Ah, tem mais uma novidade sobre o escritório de arquitetura Triptyque: é a assinatura do projeto do novo prédio da Loja Ouvidor, em Fortaleza – a previsão de inauguração é em janeiro de 2013. Imagine você que os novos ares da arquitetura autoral de São Paulo, da Vila Madalena, resolveram dar as caras por aqui, na nossa Aldeota. Que bons ventos os tragam, certo?

Anúncios

Deixe aqui seu comentário. Será um prazer respondê-lo.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: