Skip to content

O Arquiteto do Século XX

06/12/2012

img1


O mundo se despede do gênio da arquitetura moderna. O homem que, para dar vida e leveza ao concreto, se inspirava nas curvas dos rios e das mulheres. O homem que sabia ser a vida um sopro, e que nos soprou inúmeras inspirações durante seus 104 anos de vida.

Oscar Niemeyer antropofagicamente transformou o modernismo europeu em uma arquitetura puramente brasileira. Os grandes vãos que desafiam a gravidade, os delicados pilotis e principalmente suas sinuosas e sensualíssimas estruturas de concreto armado colocaram o Brasil no mapa da arquitetura mundial, exercendo forte influência entre europeus e americanos.

img11d

4mai2012---concebido-em-1991-o-museu-de-arte-contemporanea-mac-de-niteroi-rj-foi-inaugurado-em-1996-com-uma-vista-panoramica-para-o-rio-de-janeiro-1336164726242_1920x1080

img4b

o-palacio-do-planalto-1958-1960-sede-do-poder-executivo-do-governo-federal-brasileiro-localizado-na-praca-dos-tres-poderes-em-brasilia-df-1292361199180_615x300

Os encontros e reencontros de Niemeyer com o arquiteto franco-suíço Le Corbusier – a quem chamava de mestre – foram decisivos para sua formação e para o rumo estético de seu trabalho: o nexo entre a síntese plástica e a monumentalidade, que se incorporaram em seu grandioso projeto para Brasília.

NIEMEYER1-obit-articleLarge

O arquiteto se voltou ao design de móveis quando percebeu que o mobiliário existente estava em desacordo com os espaços que havia criado: ele sempre considerou os móveis parte fundamental da composição arquitetônica. Em parceria com sua filha Anna Maria Niemeyer, nascia, então, sua primeira peça, a poltrona alta com banqueta.

165_madein2

Procave-Design-Oscar-Niemeyer-004

Na Loja Ouvidor, estamos tristes com a partida de Niemeyer – como todos os amantes de arquitetura e design. Mas também estamos orgulhosos de poder proporcionar aos seus admiradores, em Fortaleza, algumas de suas peças de mobiliário: as que estão ilustrando este post.

NIEMEYER CADEIRA DE BALANÇO 1

NIEMEYER CADEIRA DE BALANÇO

OSCAR-NIEMEYER

romanticontemporaneo3

Encerramos este post-homenagem a Oscar Niemeyer com os adjetivos que o New York Times imprimiu às obras do arquiteto do século XX: “são curváceas, líricas, hedonistas”. De fato.

Anúncios
No comments yet

Deixe aqui seu comentário. Será um prazer respondê-lo.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: