Skip to content

Fernando Mendes

19/10/2013
Fernando Mendes

Fernando Mendes

Um marceneiro-designer ou um designer-marceneiro? Ambos. Ou melhor, um “artífice”. Artífice é uma boa palavra para denominar Fernando Mendes. Um profissional de DNA e empenho, que começou em uma marcenaria caseira, pequena, mas equipada com as ferramentas necessárias – e o mais importante: o grande interesse pelo assunto. Sua formação foi marcada por muitos livros, muita pesquisa e – principalmente – muita “mão à obra”. Cada estudo de proporção, cada solução de encaixe, cada opção de entalhe, cada passo do nascimento de uma nova peça foi o encontro entre o “criar” e o “saber fazer”. Para o designer, “o conhecimento de como fazer é parte de saber projetar”.

Poltrona Ventura

Poltrona Ventura

Cadeira Rê

Cadeira Rê

Banco Antônio

Banco Antônio

Aparador Beatriz

Aparador Beatriz

Assim, seu trabalho tem esta estreita ligação com o fazer da marcenaria, usando muitos encaixes e primando sempre pelo excelente acabamento. Segundo Fernando Mendes, “o bom resultado de uma peça de design está no espaço entre a imaginação e a construção. Se não houver integração entre os dois saberes a peça não está completa”. Primo de Sérgio Rodrigues, começou a fabricar na sua pequena oficina peças para o renomado designer. A primeira foi uma banqueta Moleca, uma versão desmontável da cadeira Mole. Ali nascia uma sintonia fantástica entre mestre e discípulo. Durante sete anos Fernando trabalhou no escritório de Sergio, sendo o responsável pela execução artesanal das criações.

Cadeira Aviador

Cadeira Aviador

O garoto que se encantou com o trabalho de Sergio Rodrigues e mergulhou fundo nas formas e possibilidades da madeira, criou seu próprio estilo – baseado no talento de designer e na paixão pelo ofício que compartilha com o mestre. Agora, trilhando um caminho muito próprio, está cada vez menos ortodoxo no processo criativo, em fase de plena experimentação. Contemporâneo em suas concepções mas sem abrir mão das técnicas tradicionais e construtivas da marcenaria, o designer voa com as próprias asas, forjadas no ofício. E já alcançou as alturas do design brasileiro, como se pode ver no resultado de seu trabalho – sobretudo em sua peça peferida: a cadeira Santos Dumont, criada em homenagem ao primeiro grande designer brasileiro, o mestre da aviação.

Cadeira Santos Dumont

Cadeira Santos Dumont

Anúncios
One Comment leave one →
  1. 20/10/2013 12:27

    Queri deixar meus elogios aos profissionais de marcenaria e pergunta-lhes se projetos feitos a mao ainda tem espaço no mercado,sou desenhista projetista ha mais de 15 anos,trabalhei varios anos nas melhores fabricas de moveis de Fortaleza,hoje alem de moveis sob medidas projeto tambem predios residenciais e comerciais em prancheta,to terminando um curso de auto cad,mas nao consigo desapegar de meus projetos a mao no qual sao muitos elogiados.Gostaria dessa informaçao e possiveis indicaçoes em alguma marcenaria que queira meus serviços como autonomo ou contratado.Desde ja me sinto agradecido.

Deixe aqui seu comentário. Será um prazer respondê-lo.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: